Universo Santa Clara

I Gala Década do Centenário do "Fenómeno Santa Clara"

1917 - "Os Campeonatos de Santa Clara"

29/08/2017 | 14:17

Podíamos recuar até 1895 e às “pedreiras do porto artificial”. É Kopke Ayalla, no “Sport dos Açores” de 12 e 19 de Maio de 1924, quem, incluindo-se neste grupo pioneiro, nos diz ter sido aí onde se jogou pela primeira vez futebol com uma bola de “cautchú”, vinda de Inglaterra. Este grupo, para além dos alunos do Colégio Fisher (onde com o visado se incluíam Rolando de Viveiros e Edgardo Garcia, um e outro em 1923 e 1924 com papeis relevantes na organização do futebol micaelense e na criação da Associação de Futebol), integrava também o Padre James e Mr. Darymple, que ao ser transferido para a Horta, por causa do “Cabo Submarino”, acabou tendo também um papel importante na organização do futebol naquelas paragens.
Mas são os “Campeonatos de Santa Clara” e a renhida porfia político/comercial/desportiva que os impulsionava, nomeadamente entre os “vermelhos” (da “Loja” do Sr. João Travassos) e os “azuis” (da “Loja” do Sr. “Antoninho Carreiro”), aquela que é a verdadeira razão do fenómeno que está na origem dos vários “Santa Clara” que culminaram no “Santa Clara” dos nossos dias.  

1917, certamente, não foi o primeiro ano em que se disputaram “os Campeonatos de Santa Clara”. São porém do Verão de 1917 e estão directamente relacionadas com o ataque do submarino alemão a Ponta Delgada os mais remotos relatos e registos dando conta daquela popular disputa futebolística, competição que precedeu em alguns anos o início da prática do futebol associativo em São Miguel.

“Os Campeonatos de Santa Clara” eram decididos geralmente em dois jogos: um primeiro, consequência do “desafio” feito ao detentor do título, que, caso saísse derrotado no “desafio” a que fora sujeito, ganhava direito a uma “desforra”, na qual só a vitória interessava para se manter como “campeão em título”.

Estes “campeonatos” eram renhidamente disputados, sobretudo pelas equipas que representavam as duas principais “lojas” de Santa Clara, cujos proprietários, os Srs. Antoninho Carreiro e João Travassos, além das rivalidades desportivo/comerciais que sustentavam, eram também opositores políticos (o primeiro monárquico/conservador e o segundo republicano/progressista).

Antes do ataque do submarino alemão chegou a estar anunciada uma “desforra” para o Sábado 7 de Julho (“os azuis”, da “loja” do Sr. Antoninho Carreiro, tendo vencido o “desafio” que haviam feito “aos vermelhos”, da “loja” do Sr. João Travassos, obrigavam-se a aceitar a “desforra”, pois só assim, caso nesta não fossem derrotados, seriam “Campeões de Santa Clara”), jogo que devido ao desenrolar dos graves acontecimentos nunca se chegou a realizar, mas durante longo tempo “deu muito que falar”.  

Vejamos quem foram alguns dos "Santa Clara" que estão na origem do Santa Clara dos dias de hoje, o Clube Desportivo Santa Clara: 

- Entre 1917 e 1922, além dos “vermelhos” e dos “azuis” já referidos, mais duas ou três lojas patrocinavam outros tantos “Santa Clara” que com aqueles competiam. 
- Em 1920/1921, com sede na 1ª Rua de Santa Clara, e tendo o então Alferes Joaquim de Sousa entre os seus principais impulsionadores, aborta a tentativa de criar o Ginásio Clube Micaelense (em seu lugar, com outros meios e visando outros objectivos, surgiu o Instituto de Educação Física). 
- Em 1922 – Outubro – surge então o primeiro “Santa Clara” que se haveria de federar na Associação, da qual foi sócio fundador: o Santa Clara Football Club, ou “Santa Clara Velho” como também ficou conhecido. 
- Na sequência da exclusão (Março de 1927) do “Santa Clara Velho” da Associação, esta permitiu logo a inscrição de um outro “Santa Clara”: o Sport Club Santa Clara, ou “Santa Clara Novo”. 
- Só depois destes dois “Santa Clara” é que apareceu então o Clube Desportivo Santa Clara (29/7/1927), inicialmente – até praticamente 1929/30 e ao aparecimento da LDM - conhecido apenas por “O Desportivo”.
Já lá vão 90 anos.
Longa Vida Santa Clara.

Categorias relacionadas: Universo Santa Clara
Loja oficial santa clara